Capa » Classificação » Ailton Silva fala sobre “descuidos” do Confiança em mais uma derrota

Ailton Silva fala sobre “descuidos” do Confiança em mais uma derrota

Técnico continua preocupado com o desempenho da equipe (Crédito: Globoesporte)

O jejum de vitórias continua no Confiança. O time, que ainda não venceu em 2018, sofreu mais um revés na noite da última quinta-feira, 1. Jogando no Rei Pelé, em Maceió-AL, contra o CRB-AL, no jogo válido pela segunda rodada da Copa do Nordeste, os proletários foram derrotados por 3 a 1. O ponto negativo é que a equipe continuou apresentando erros, principalmente no sistema defensivo, o que colaborou, e muito, para a consolidação da derrota.

Quando o jogo ainda estava 0 a 0, o lateral Janilson Madona, ao tentar interceptar uma bola de cabeça, deu um presente para Marcão. Sorte que o atacante do time alagoano fez o gol de mão e o árbitro corretamente anulou. O Confiança correu alguns riscos e foi salvo por Genivaldo, que fez defesas providenciais. O Confiança criava pouco, tinha dificuldade na articulação das jogadas ofensivas. E assim terminou o primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o zagueiro Vitor Pio, de forma inexplicável, enfiou o braço na bola dentro da área: pênalti. Marcão bateu e Genivaldo defendeu. Mas no rebote o zagueiro Flávio Boaventura empurrou para o fundo do gol. O detalhe é que, na hora da cobrança, o defensor estava atrás de três jogadores do Confiança, que não viram toda a movimentação dele até ficar com a bola rebatida pelo goleiro azulino.

O Confiança seguiu cedendo muitos espaços pela direita do ataque do CRB. Por lá foi originado o gol de Neto Baiano, o segundo da equipe alagoana. Depois disso, o Confiança acordou, diminuiu com Klenisson e quase empatou. Mas nos acréscimos, também em contra-ataque rápido pela direita, Edson Ratinho fechou a conta, 3 a 1.

– Taticamente e estrategicamente fazíamos um bom jogo. Um gol muito cedo no segundo tempo nos obrigou a mudar a parte tática e num descuido sofremos o segundo gol. A partir daí o time mostrou poder de reação, pressionamos o CRB, fizemos um e poderíamos ter empatado, mais um vacilo no final e decretou o resultado final – avaliou Ailton Silva.

Com o resultado, o Confiança ocupa a terceira posição do grupo A com um ponto. O time volta a jogar pela Copa do Nordeste apenas no dia 15 de fevereiro, em casa, contra o Treze, que é o lanterna do grupo com nenhum ponto, mas possui um jogo a menos. Neste fim de semana não joga pelo Campeonato Sergipano, já que o jogo contra o Socorrense foi adiado. Na quarta que vem, estreia na Copa do Brasil contra o Ferroviário-CE.

Com informações do Globoesporte SE

Um comentário

  1. Aos irmãos de Sergipe sabemos que não é fácil vencer o CRB clube que tem uma folha salarial mensal de 1.400.000,00 (hum milhão e quatrocentos mil resis) tem o quinto melhor CT do Brasil e patrocinadores fortes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*