Última Hora

Clássico Maior é a principal atração da abertura do Sergipão 2019

Por: Romulo Oliveira - March 10, 2016

Clássico Maior na primeira rodada do Sergipão 2019 (Crédito: FSF)

Por: Rômulo Oliveira /Redação Futebol Sergipano

Na noite de terça-feira, 6, o Plenário “José Justiniano Ramos” da Câmara de Vereadores de Lagarto, região centro-sul do estado, foi palco do arbitral do Campeonato Sergipano 2019. Representante dos nove clubes que irão participar do estadual (Sergipe, Dorense, Olímpico, Confiança, Boca Junior, Guarany, Frei Paulistano, Itabaiana e Lagarto) estiveram reunidos com os representantes da FSF para discutir novidades e algumas adequações no estadual do próximo ano.

Entre as novidades está a rodada de abertura do Sergipão. O jogo de abertura será no dia 12 de janeiro, com horário a definir, no Batistão, entre o campeão da Série A-2, Guarany de Porto da Folha, e o Itabaiana, vice campeão estadual.

O complemento da rodada será no dia 13, com o Clássico Maior: Confiança x Sergipe, na Arena Batistão, em Aracaju. Em sorteio na Câmara de Vereadores, ficou definido que o time proletário será o mandante do jogo.

Nos outros jogos do dia, teremos: Lagarto x Olímpico, em Pedrinhas; e Boca Junior x Dorense, em Estância. Por ser uma competição com número impar de times, o Frei Paulistano folga na rodada.

Diferente deste ano, quando o campeão do primeiro turno não levava nenhuma das vagas em competição à nível nacional, a FSF resolveu fazer uma adequação: o campeão da primeira fase (classificatória para o Hexagonal) terá que escolher uma das duas vagas para 2020: Copa do Brasil ou Copa do Nordeste.

O campeão estadual de 2019 fica com as vagas na Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro da Série D (caso o Confiança seja campeão, pois a equipe disputa a Série C do Nacional, a segunda vaga na Série D ficará com o vice). Vale ressaltar que, com isso, o vice-campeão só terá vaga na Copa do Brasil, pois agora a segunda vaga do estado no Nordestão será definida pelo ranking da CBF.

Durante o arbitral, a FSF iniciou o discurso de que a final seria no Batistão, em Aracaju, nos dias 14 e 21 de abril, com o time de melhor campanha de todo estadual jogando por dois resultados iguais. Mas o vereador de Lagarto, Alex Dentinho, o dirigente do Itabaiana, Matheus Lima, e o presidente do Guarany, Roberto Santos, admitiram que as praças esportivas das respectivas cidades estariam prontas a tempo para a final.

Para agradar os seus filiados, o presidente da FSF, Milton Dantas, mudou o tom do discurso e manteve o que estava escrito no regulamento da competição deste ano: os dois jogos das finais serão em estádios com capacidade para cinco mil pessoas e iluminação noturna (as datas foram mantidas, assim como a vantagem do melhor time durante todo o campeonato).

Mas, durante a coletiva de imprensa, Milton Dantas se mostrou pessimista quanto às finais não serem realizadas no Batistão: “Um por cento. Sou muito franco nisso. Pela situação que se encontra hoje o Etelvino Mendonça (Itabaiana). Nós temos duas praças esportivas no nosso estado, lamentavelmente, que reúne estas condições e tem a capacidade exigida pelo regulamento, que é ter cinco mil lugares: o Etelvino Mendonça e a Arena Batistão. O Etelvino Mendonça se encontra na problemática de interdição por parte do judiciário e, pelo que nós estamos acompanhando, dificilmente esta praça será liberada para a realização do Campeonato Sergipano. Mas vamos torcer para que o Itabaiana chegue na final e que o Etelvino Mendonça esteja liberado para realizar mais uma final naquele município”.

Outros pontos determinados no arbitral do Sergipão 2019:

– A competição será disputada em três fases: primeira (classificatória): 12 de janeiro a 6 de março, jogos de ida, com os seis melhores times se classificando para o Hexagonal e os dois piores sendo rebaixados; segunda fase (hexagonal): 10 de março a 4 de abril, com os dois melhores fazendo a final; terceira fase (final): 14 a 21 de abril, com o time de melhor campanha ao término das duas fases;

– Cada clube só poderá inscrever até 28 jogadores com idade acima de 20 anos;

– O Sub-20 não será realizado paralelamente aos jogos principais;

– Será respeitado o direito de meia-entrada ao torcedor que: tiver acima dos 60 anos, for estudante e for professor;

– O Estatuto do Torcedor deve estar disponível 60 dias antes do início do estadual, ou seja, nesta segunda-feira, 12;

– Os cartões amarelos zeram antes de iniciar o Hexagonal e para os dois jogos finais;

– O prazo de contratações se encerra um dia antes da segunda rodada do Hexagonal;

– O troféu de campeão levará o nome de Juca Bala, que faleceu este ano e era irmão de Milton Dantas, presidente da FSF;

– Os sorteios de arbitragem das rodadas serão transmitidos ao vivo pelas redes sociais da Comissão Estadual de Arbitragem (CEAF-SE)

Outras Categorias:
Romulo Oliveira
Radialista e jornalista Barroso Guimarães começou no rádio esportivo em 1986, na Liberdade AM, na equipe esportiva de Carlos Magalhães.