Última Hora

Na Copa da Rússia, times dependentes de jogadores vão ficando no meio do caminho

Por: Barroso Futebol Sergipano - March 10, 2016

Argentina e Portugal foram eliminados. Quem serão os próximos (Crédito: Mercado Livre)

Por: Rômulo Oliveira / Redação Futebol Sergipano

A Copa do Mundo chegou em sua fase decisiva. Neste sábado, 30, aconteceram os dois primeiros jogos das oitavas de final: a França venceu a Argentina por 4 a 3, na Arena Kazan. Enquanto que o Uruguai, com dois gols de Cavani, bateu Portugal por 2 a 1 – o zagueiro Pepe, brasileiro naturalizado português, fez o único gol da Seleção Lusa.

Neste domingo, 1º de julho, teremos mais duas partidas pelas oitavaS: às 11h, em Moscou, capital russa, a Espanha, do atacante sergipano Diego Costa, enfrenta a anfitriã Russia; às 15h, no Estádio Nizhny Novgorod, acontece o duelo entre Croácia e Dinamarca.

Aos poucos, a principal competição do mundo de futebol vai mostrando que times dependentes de suas estrelas vão ficando no meio do caminho. Um deles é a Argentina. A sua estrela, Lionel Messi, cinco vezes vencedor da Bola de Ouro da FIFA, não marcou gol neste sábado e pode estar se despedindo da Seleção Argentina – mas não do Barcelona, clube onde joga.

Outro que ficou no meio do caminho foi Portugal. O astro Cristiano Ronaldo, cinco vezes eleito pela FIFA o melhor jogador do mundo, esbarrou na defesa do Uruguai e voltou mais cedo para casa com os portugueses. Junto com ele, retorna para o país luso o zagueiro Pepe, nascido em Alagoas, mas naturalizado português.

Na fase de grupos, outros clubes dependentes de um jogador específico ficaram no meio do caminho: foi o caso do Egito, que tem o meia Salah, do Liverpool-ING, como principal referência na armação das jogadas. Vice-campeão da Liga dos Campeões com o time inglês, Salah marcou os dois únicos gols do time egípcio na Copa: nas derrotas para a Rússia por 3 a 1 (2ª rodada) e Arábia Saudita por 2 a 1 (3ª rodada).

E com um curiosidade: na estreia contra o Uruguai, Salah assistiu do banco de reservas a derrota da sua equipe para a Celeste por 1 a 0. Será que com ele em campo o Egito conseguiria, pelo menos, empatar o jogo?

Além de Salah, outros jogadores, cujas seleções ficam na dependência de seus craques, também não sentiram o gostinho de disputar as oitavas na Rússia: Guerreiro (atacante do Peru), Navas (goleiro da Costa Rica), Lewandowski (atacante da Polônia), Sadio Mané (atacante de Senegal). Eles pouco fizeram por merecer alguma coisa nesta Copa.

As oitavas de final terminam na terça-feira, 3 de julho. Até lá, se ficar comprovado essa tese de que equipe dependente de seus principais jogadores voltar mais cedo para casa, é melhor o Brasil, de Neymar, se preocupar, já que o estrelismo de um ou outro jogador vai sendo ofuscado nesta competição.

Outras Categorias:
Barroso Futebol Sergipano
Radialista e jornalista Barroso Guimarães começou no rádio esportivo em 1986, na Liberdade AM, na equipe esportiva de Carlos Magalhães.