Última Hora

Pombo sem Asa

Por: Barroso Futebol Sergipano - March 10, 2016

Washington 250314

Bom começo!

Foi bom o começo da jornada do Confiança neste campeonato brasileiro da série D. Recebeu o Porto de Caruaru, fez uma boa partida e saiu do presidente Médici com um empate, apesar de ter jogado bem mais que seu adversário.

Os números da partida e o resumo dos lances mais importantes mostram que foi o goleiro Hudson, do Porto, quem fez a diferença dentro de campo com defesas portentosas e inclusive, usando e abusando da famosa “cera” – também muito utilizada por outros atletas do time treinado por Elenilson Santos.

Além das grandes defesas do goleiro portense, foram os atacantes Leandro Kivel, Bibí, Jean, Everton, Tiago e até o cabeça de área Jailton que perderam as melhores oportunidades de transformar o empate em uma vitória convincente.

Quem assistiu ou ouviu a narração da partida, a de lembrar muito pouco das defesas do goleiro Everson do Dragão do Bairro Industrial. Mas com certeza que não se esquece das de Hudson, nem dos gols perdidos por Leandro e principalmente, por Jean, que perdeu embaixo das traves.

Foi a primeira partida. Numa tarde chuvosa com um gramado pesado, que para um time mais experiente que joga mais na bola que rola que na força física, faz uma grande diferença. E principalmente, se o time contrário for composto de garotos querendo mostrar serviço, ganhar um lugar ao sol no mundo seletivo e cruel do futebol, e de quebra, forem bem orientados por alguém que conheça muito bem o futebol sergipano.

O que se viu foi um jovem, veloz e brigador time do Porto bem comandado pelo já experiente e competente Mago da Bola, disputando cada palmo de grama como se fosse um prato de feijão com arroz e carne frita e com uma fome de doer; enquanto o time proletário mais acostumado a um suculento filé com fritas, disputava o mesmo pedaço de campo, sem o mesmo ímpeto, sem a mesma fome, mas com o controle territorial da partida.

O técnico Betinho fez algumas substituições interessantes e seu time subiu de produção. Porém ainda falta muito ritmo para jogadores que como o Leandro Kivel, por exemplo, devem subir e muito de produção no decorrer do campeonato.

O Confiança deve técnica e taticamente melhorar bastante na próxima partida quando enfrenta o Vitória da Conquista. Quanto ao jogo ser ou não fora de casa, não é fator tão preponderante para uma equipe vitoriosa e experiente como é essa campeã estadual de há poucos meses.

Mais um pouco de trabalho, com a melhoria do ritmo e com a musculatura começando a responder mais rapidamente ao que a mente cria, esse time tem condições de alcançar o objetivo maior traçado pela diretoria e toda a torcida sergipana que é de obter uma vaga para a série C desse mesmo campeonato brasileiro.

Começa a ficar claro que Jailton deve se firmar na proteção da defesa e na saída de bola com mais qualidade; que Tiago deve receber mais oportunidades para ganhar maior entrosamento com o grupo, melhorando a distribuição da bola, e que o Jean mostra que veio para brigar seriamente por uma vaga no ataque. Uma boa dor de cabeça para o técnico Betinho.

 

Outras Categorias:
Barroso Futebol Sergipano
Radialista e jornalista Barroso Guimarães começou no rádio esportivo em 1986, na Liberdade AM, na equipe esportiva de Carlos Magalhães.