Última Hora

Prato cheio

Por: Barroso Futebol Sergipano - March 10, 2016

Washington 250314

Washington Nascimento

 

Prato Cheio

Domingo, o Confiança venceu ao Betim por 5 a 1 e foi aquela festa da torcida, da crônica, de todos. Líder, maior saldo de gols, e era só trabalhar para pegar o Globo no domingo que vem.

Na noite de ontem, o Porto pegou o Vitória da Conquista fez 1 a 0 de pênalti, aos 41 do primeiro tempo. No segundo tempo chegou aos 3 a 0 e tomou a liderança do Dragão, chegando aos 10 pontos.

E virou prato cheio para a turma da pressão. A partir de agora, até o jogo no domingo contra o Globo no presidente Médici, os jogadores e comissão técnica terão de conviver com “o perigoso jogo do final de semana; jogo de seis pontos; o time tem que entrar focado e dar tudo de si para superar um forte adversário; o Globo é um time de empresário e por isso tem mais condições para derrotar o Confiança; que o Dragão precisa contratar urgentemente para reforçar o grupo; que com esse time não vamos chegar à sérei C; e blá, blá, blá”.

Não vejo dessa forma. Vejo o Confiança como um time forte para o campeonato que está disputando. Que tem tantas qualidades quantos defeitos dos seus adversários. Que está invicto por méritos próprios. Que não precisa se apegar a essa loucura do “fazer o dever de casa” porque já provou que pode fazer bons jogos fora de casa devido a experiência e ao entrosamento do elenco. Que é um dos poucos times com um esquema tático definido e executado durante as partidas. Que se vier a perder tem força e serenidade para buscar a recuperação sem entrar em desespero. Que seus jogadores, sua comissão técnica e sua diretoria estão afinados e falando a mesma linguagem esportiva. Que sua torcida confia no time e sabe que se não tem um grande elenco, mas tem um grupo que sabe o que quer, onde quer chegar e principalmente, está fechado em realizar um grande campeonato.

Então quero conclamar você a prestar a atenção em tudo que pode ser dito ou escrito por ai, para não se deixar influenciar com aqueles que apostam num “achismo” com o objetivo claro de “ter razão”.

É hora de nos somarmos, independente da cor da camisa. É hora de baixarmos a guarda para vibrarmos com o nosso pequeno, pobre, mas nosso futebol.

Não estou apontando ninguém, nem escrevo com segundas intenções ou querendo atingir ninguém. Quero apenas que tenhamos coerência e que possamos passar apoio, boa vontade, motivação, para que o time chegue até o dia do jogo preocupado apenas em entrar em campo e realizar uma grande partida. Claro que torcendo para que ao final tenhamos acrescido mais três pontos positivos e mantida a possibilidade de classificação para a próxima fase.

 

Outras Categorias:
Barroso Futebol Sergipano
Radialista e jornalista Barroso Guimarães começou no rádio esportivo em 1986, na Liberdade AM, na equipe esportiva de Carlos Magalhães.