Última Hora

Sport segura o Ceará e é tricampeão da Copa do Nordeste

Por: Barroso Futebol Sergipano - March 10, 2016

sport campeao

Com um empate em 1 a 1 e gols dos matadores Magno Alves e Neto Baiano, o Leão garantiu o título da Copa do Nordeste de 2014

Pelo Sport, tudo. Para o torcedor do Leão, na noite desta quarta-feira, “tudo” refere-se ao Nordeste. Valente, o time do Leão não se acomodou com a vantagem obtida no jogo da ida e arrancou um empate com o poderoso Ceará na Arena Castelão. O resultado de 1 a 1 foi mais do que suficiente para decretar o inevitável: pela terceira vez na história, o Sport é campeão da Copa do Nordeste. Magno Alves marcou o gol do Ceará, enquanto Neto Baiano, de pênalti, deu o empate do Rubro-Negro. E que venha a Copa Sul-Americana.

Vozão começa o jogo com tudo

Para pressionar desde o primeiro minuto, Sérgio Soares desistiu da formação com quatro homens no meio e escalou um Ceará mais ofensivo com um trio de frente. E, a princípio, a estratégia deu certo. Com as investidas de Magno Alves e Assisinho, o Vozão dominava as ações ofensivas. Aos quinze minutos, Bill finalizou com perigo e a bola desviou na zaga do Sport. Em 26, Ricardinho apareceu em cobrança de falta e deixou calada a torcida do Sport por alguns minutos.

Na ida para o intervalo, a pressão alvinegra foi recompensada. Em investida de Souza pela direita, um cruzamento encontrou o desvio de Magno Alves. O artilheiro da Copa do Nordeste não vacilou e guardou o primeiro do Ceará.

Com jogo aberto, as duas equipes foram para o intervalo prometendo um belo jogo na segunda etapa.

Sport reage e deixa tudo igual; festa leonina no Castelão

Se o primeiro tempo foi marcado por um forte domínio do Ceará, a segunda etapa começou diferente. Eduardo Baptista colocou o time para frente. Wendel, cansado, foi substituído pelo lateral Igor Fernandes.

Mas a estrela que brilhou foi a do artilheiro das decisões. Logo aos 4 minutos, Aílton invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro Luís Carlos. Pênalti para o Sport, que Neto Baiano se apresentou para cobrar. O ‘Ibaianovic’ da ilha não vacilou e encheu o pé para deixar tudo igual e ampliar a vantagem do Leão.

Mesmo com o regulamento embaixo do braço, o Sport não se acovardou e decidiu jogar para cima. Aos 27 minutos, Felipe Azevedo rolou a bola e Aílton chegou chutando, mas errou o alvo. A torcida do Ceará ia deixando o estádio, enquanto público rubro-negro ensaiava gritos de “É campeão”.

E ficou nisso. Na noite desta quarta-feira, a região mais apaixonada do Brasil virou vermelho-e-preta. E o Sport, com todos os méritos, sagrou-se tricampeão da Copa do Nordeste.

Ficha Técnica:
Ceará 1 (0) x 1 (2) Sport
Local: Arena Castelão
Data e hora: 09/04/2014 – 22h00
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Adson Márcio Lopes Leal (BA) e Aílton Farias da Silva (SE)
Público: 61.240
Renda: R$ 1.476.187,00
Cartões Amarelos: Luís Carlos, Bill (Ceará), Neto Baiano, Magrão (Sport).
Cartões Vermelhos: –

Gols: Magno Alves (41min 1T), Neto Baiano (4min 2T).

Ceará: Luís Carlos, Samuel Xavier, Sandro, Anderson, Vicente; Amaral, Ricardinho (Rogerinho), Souza (Tadeu); Assisinho (Leandro Brasília), Magno Alves e Bill. Técnico: Sérgio Soares.

Sport: Magrão, Patric, Ferron, Durval, Renê; Éwerton Páscoa (Rithely), Wendel (Igor Fernandes), Rodrigo Mancha, Aílton; Felipe Azevedo (Oswaldo) e Magno Alves. Técnico: Eduardo Baptista.

Fonte: esporte interativo

Outras Categorias:
Barroso Futebol Sergipano
Radialista e jornalista Barroso Guimarães começou no rádio esportivo em 1986, na Liberdade AM, na equipe esportiva de Carlos Magalhães.