Capa » Outros Esportes » Tenistas amadores dão tudo de si no 5º Empe Open

Tenistas amadores dão tudo de si no 5º Empe Open

 
tenisCompetição se estenderá até 1º de dezembro no Racket Sports

Atletas de todas as idades participaram de mais um dia de competições do 5º Empe Open de tênis durante todo este domingo, 23. Realizada no complexo de tênis Racket Sports, no Distrito Industrial de Aracaju, a competição se iniciou na última sexta-feira com 330 inscritos e se afunila aos poucos até a finalíssima do próximo dia 1º de dezembro. Para a categoria 1ª classe, o prêmio será em dinheiro. Já para as demais, medalha, experiência e diversão já formam um belo pacote.

Que o diga o auditor fiscal e tenista amador Paulo Reis. Neste domingo, o competidor despachou Cândido Tavares por 2 sets a 1 e se credenciou para as oitavas de final da categoria quarta classe masculina da competição. Com duas vitórias até agora, Paulo terá pela frente o desafio de superar sua última participação no torneio Empe, ocasião em que foi eliminado justamente nas oitavas. “Tenho que quebrar esse tabu”, diz. Praticante de tênis há 10 anos – “entre idas e vindas”, explica -, Reis enumera o que o estimula a participar do torneio. “É uma oportunidade para confraternizar, se divertir e de quebra melhorar o tênis”.

Outra competidora amadora dedicada às raquetes pelo prazer é Telma Rezende. Devidamente classificada para as semifinais da categoria Damas C após derrotar Isadora Carvalho por 2 sets a 0, a participante de 61 anos conta que voltou ao tênis há pouco mais de um ano para resolver uma dívida de meio século.

“Eu joguei até meus 10 anos de idade, mas a partir daí meu pai não permitiu mais. Enquanto fui casada, meu marido também não deixava. Então só depois de viúva e precisando de uma atividade física me vi diante de uma raquete e soube na hora que tinha de voltar”, diz. Dona de um vice-campeonato no torneio da Apada deste ano, Telma conta ainda que precisou se aposentar para voltar às raquetes. “Quando eu trabalhava, não tinha tempo. E agora consegui voltar com o apoio de pessoas que não ligam para minha idade e com o auxílio da minha técnica Valdinete Santos”, diz com gratidão. As semifinais acontecerão a partir do próximo sábado, 30, no complexo de tênis do Racket Sports.

Fonte: Infonet – Igor Matheus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*